Portaria 1.321/18 é motivo de confusão no HRT

Com pacientes de Águas Lindas, demanda duplicou

A Portaria 1.321, que a partir de 18/12 mudou vinculações de partos e nascimentos aos hospitais de referência aumentou a demanda no Hospital Regional de Taguatinga com pacientes vindas de Águas Lindas.

O HRT deveria dividir com o Hospital Universitário de Brasília (HUB) as pacientes com 37 semanas de gestação, mas até pela questão da distância e outros problemas de gestão, o HRT é que tem acolhido essas mulheres, o que dobrou a demanda de uma hora para a outra sem adequação do número de profissionais.

A sobrecarga de trabalho gera queixas dos médicos e atos de violência de usuários, como ocorreu no primeiro dia do ano, quando um acompanhante de paciente de Águas Lindas arrebentou uma porta de consultório a chutes, em represália à demora.

Segundo relatos, entre os dias 19 e 31 do último mês do ano, de 125 partos realizados em Taguatinga, 65 eram de residentes de Águas Lindas. A diretoria do SindMédico pretende se reunir com médicos, a direção do hospital e a superintendente regional para discutir a situação.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS