Notícias

Absenteísmo injustificável na mira do MPDFT

Para falar do assunto, titular da Pró-Vida concederá entrevista à TV SindMédico no dia 21 deste mês. 

O Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF) foi convidado pela Promotoria de Justiça Criminal de Defesa dos Usuários dos Serviços de Saúde (Pró-Vida) do Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) para discutir ações no combate ao absenteísmo injustificável dentro da Secretaria de Saúde do DF (SES-DF).
O titular da Pró-Vida, Maurício Miranda, destacou que 90% dos atestados da SES-DF são, de fato, verdadeiros e justificados também pelas péssimas condições de trabalho. Por isso, frisou, “não queremos atingir o bom servidor. Pelo contrário. Queremos chegar aos profissionais que agem de maneira incorreta e cobrar o governo para que ocorra a informatização dos dados a fim de ter o perfil da causa do absenteísmo”, disse, em conversa com o presidente do SindMédico-DF, Gutemberg Fialho, nesta quarta-feira (8).
Vale destacar que a Secretaria de Saúde não participou do encontro. A ideia, com a cooperação entre as entidades, é dar transparência ao absenteísmo justificado e separar o joio do trigo.
“Em noticiários recentes sobre atestados médicos, o Governo do Distrito Federal tem sido leviano ao falar que há um número muito elevado de atestados falsos. Isso até configura assédio moral no trabalho àqueles que estão realmente doentes e precisam entregar seus atestados. Temos de dar a César o que é de César”, afirmou o presidente do SindMédico-DF, Gutemberg Fialho.
Para esclarecer a cooperação entre as entidades e os próximos passos do MPDFT no que diz respeito à investigação sobre o absenteísmo injustificável, o presidente do SindMédico-DF, Gutemberg Fialho, convidou o titular da Pró-Vida para participar da TV SindMédico. Maurício Miranda aceitou o convite. A entrevista vai ao ar no dia 21 de março. O sindicato irá convidar ainda um representante do governo para participar do debate.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS