XIII Intensicardio: Dr. Gutemberg mostra realidade das UTI’s no Brasil

Dr. Gutemberg no Congresso de Cardiologia Intensiva

Nesta sexta-feira (16), teve início a XIII Congresso Brasileiro de Cardiologia Intensiva (Intensicardio), em Brasília. O encontro segue até este sábado (17). O presidente do Sindicato dos Médicos (SindMédico-DF) e da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Dr. Gutemberg, participou da mesa de abertura do simpósio e palestrou, durante 20 minutos, sobre o cenário das Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) nos dias atuais.

Também fizeram parte da abertura o diretor científico do Instituto de Cardiologia São Francisco de Assis (ICSFA), Ottoni Moreira Gomes; os coordenadores do encontro, Antoinette Oliveira Blackman e Ricardo Benfatti; o diretor da Associação Médica de Brasília (AMBr), Nasser Sarkis; o presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Marcelo Queiroga ; o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia de Alagoas (SBC-AL), José Wanderley Neto; o presidente da Academia de Medicina de Brasília (AMeB), Marcus Vinicius Ramos e o presidente da Sociedade de Cardiologia do DF (SBC-DF), Ederaldo Brandão.

UTI’s no Brasil

Em sua palestra, Dr. Gutemberg revelou que menos da metade dos leitos de UTI está disponível para o Sistema Único de Saúde (SUS) e a outra parte é reservada, exclusivamente, à saúde privada ou suplementar (planos de saúde), que hoje atende a 23% da população. Nesse sentido, observou, “a demanda por UTI é a décima maior causa de judicialização na Saúde”. O presidente do SindMédico-DF e da Fenam citou também, como exemplo, casos em que, mesmo com decisão judicial, os pacientes não conseguem UTI na rede pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *