A Babel dos sistemas de informação na Saúde do DF

A falta de integração de sistemas informatizados prejudica profissionais e pacientes do SUS

A TV SindMédico conversa com com Claudio Santos, diretor de contas estratégicas para divisão de saúde da Infor, empresa de soluções de software corporativas. Ele fala sobre a adoção de plataforma de integração de sistemas para os bancos de dados da saúde.

A fragmentação das informações em saúde é um problema global, mas diversas iniciativas têm sido adotadas por governos ao redor do mundo e mesmo no Brasil para otimizar os sistemas e a gestão da informação.

No Distrito Federal a necessidade de adoção de medidas para corrigir esse problema é patente: além dos sistemas do Datasus para regulação de leitos e outras informações estratégicas, os hospitais sob gestão pública direta, o Instituto de Gestão da Saúde do DF e as unidades básicas de saúde usam três sistemas diferentes de prontuário eletrônico que não se comunicam. Perde-se tempo na assistência e prejudica-se a elaboração e gerenciamento da

Não perca! A TV SindMédico vai ao ar  nesta terça (12), às 19h45.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *