Distritais governistas manobram para evitar rejeição do IHBDF

Depois de faltar duas reuniões da Comissão de Educação, Saúde e Cultura, Juarezão, alega urgência e faz questão de ordem para apresentar relatório em plenário.

Os deputados Juarezão e Luzia de Paula (PSB) abandonaram, sob vaias e acusações de traição à Saúde Pública, a reunião da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da Câmara Legislativa. Relator da matéria na CESC, Juarezão já havia faltado duas reuniões para evitar a rejeição de seu relatório.

Mesmo com a insistência do presidente da CESC, deputado Wasny de Roure, o relator disse que por ter perdido o prazo, em regime de urgência, vai apresentar no plenário da Casa. Wasny destacou que todas as Comissões já deliberaram. “Foi em respeito à sua ausência e não falta de quórum. O presidente não pode realizar comissão extraordinária porque o senhor tinha a prerrogativa do estar em outra comissão.  Foi em respeito ao relatório do senhor que esperei. Mas essa Comissão não foi omissa” destacou Wasny.

O deputado Reginaldo Veras (PDT) não compareceu à reunião. Informou, por telefone, que estava preso em uma reunião em Taguatinga. Para tentar dar continuidade à reunião, Wasny tentou convocar os suplentes Bispo Renato (PR) e Cláudio Abrantes (Rede), mas não foram localizados.

“Foi uma manobra lamentável, mas por aí se vê a qualidade do jogo político do governo Rollemberg para tentar impor suas vontades”, afirma o vice-presidente do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF), Carlos Fernando, que compareceu à votação.

Na sexta-feira, por iniciativa do presidente, Joe Valle, a Câmara Legislativa realiza um seminário, das 8h30 às 16h, com a participação do secretário da Saúde, Humberto Fonseca, do ex-ministro da Saúde do Governo Lula, José Agenor Álvares da Silva, o professor Flávio Filar, do Observatório da Saúde do DF, entre outros.

Veja a obstrução feita por Juarezão e Luzia de Paula aos trabalhos da CESC na manhã desta quarta-feira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *