SindMédico em Movimento – 11 a 24 de julho

Confira as principais notícias do SindMédico-DF:

Lei Complementar 173/2020: quais os efeitos jurídicos e prováveis perdas ao servidor público? 

A Lei Complementar 173/2020, que trata do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (Covid-19), trouxe uma série de restrições orçamentárias e, com elas, inúmeras dúvidas no que diz respeito à vida dos servidores públicos. Afinal de contas, com corte de despesas, como fica a remuneração dos empregados do funcionalismo público? O que, de fato, muda? 

Saiba mais: https://bit.ly/2D0SL8m

Coronavírus mata mais do que qualquer outra doença no DF

Desde o início da pandemia até o boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do dia 23 foram registradas 1.218 mortes decorrentes de infecção pelo novo coronavírus no Distrito Federal.

Saiba mais: https://bit.ly/3eZk146

Reforma da previdência: entenda as alterações e planeje sua aposentadoria

A reforma da previdência para os servidores do governo do Distrito Federal foi tema de palestra online, promovida pelo SindMédico-DF, no dia 15 deste mês. O advogado, especialista em Direito Previdenciário, José Hailton Lages Diana foi o responsável pela condução da apresentação. Você sabe quais foram as principais mudanças do novo regime? A Previdência Complementar é, de fato, uma opção? Se você quer saber a resposta dessas perguntas, assista à palestra.

Saiba mais: https://bit.ly/2ZVfcEM

Covid-19: grau de isolamento depende da capacidade de reposta da Saúde

“A retomada de atividades não essenciais no Distrito Federal virou objeto de disputa judicial, ideológica e de bate-boca nas redes sociais. Reportagem do dia 6 de julho, com o título ‘Taxa diária da covid-19 cai nas últimas semanas, diz estudo da Codeplan’, é uma das informações em circulação que tem potencial de criar dúvida”. A afirmação, do presidente do SindMédico-DF, Gutemberg Fialho, foi feita em artigo semanal para o jornal Brasília Capital e, também, à TV SindMédico do dia 7 deste mês.

Saiba mais: https://bit.ly/3hzmbZY

Com coronavírus em alta, DF se prepara para retomada de aulas presenciais

O Governo do Distrito Federal, determinou, por meio do decreto 40.939, do dia dois de julho, o retorno de atividades educacionais presenciais, a partir de 27 de julho de 2020. A decisão provocou dúvidas e insegurança na população, uma vez que a pandemia do coronavírus ainda apresenta crescimento. Este seria um momento seguro para o retorno?

Saiba mais: https://bit.ly/2BtMTEb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sindmdico-em-movimento-11-a-24-de-julho