UBS tem energia cortada por falta de pagamento

Em funcionamento há sete anos, unidade está situada em imóvel cedido por igreja. Informalidade prejudica o funcionamento.

Localizada no Km 12 da DF 440, na região de Sobradinho, a UBS 04, da comunidade rural da Rota do Cavalo está sem energia elétrica desde a manhã da terça-feira 14/01, por atraso de cinco meses no pagamento da conta. A unidade funciona em um espaço cedido pela capela nossa senhora de Fátima que pagou as contas de luz até dezembro de 2018. Nos meses seguintes as contas foram pagas com dinheiro arrecadado pela equipe da UBS e pela comunidade em bazares e eventos. A dívida acumulada de julho a dezembro é de R$ 1.467,11. Cerca de 3.200 usuários estão sendo prejudicados.

A situação veio a público com o desabafo feito pelo médico de família e comunidade titular da equipe em sua página pessoal em uma rede social. “O colega relata a frustração da equipe, que já é reduzida e a Secretaria de Saúde até agora não conseguiu resolver a questão da regularização da ocupação do imóvel cedido, daí o atraso no pagamento das contas”, explica o presidente do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal, Dr. Gutemberg Fialho.

A UBS não possui contrato formal para uso do imóvel, não possui alvará da Defesa Civil e nem dos bombeiros para funcionar. Disso decorrem problemas como muito calor nas horas críticas e alagamento do terreno – a água chega a invadir as instalações. A situação se arrasta há sete anos e atravessa três governos. Até agora nenhum foi capaz de resolver as pendências.

A UBS 04 realiza consultas médicas, consultas de enfermagem, avaliação odontológica, estratificação de risco odontológico, demanda espontânea e programada, administração de medicamentos e vacinas, observação de pacientes de média gravidade, curativos de pequena a alta complexidade, pequenos procedimentos cirúrgicos, acompanhamento e monitoramento de agendamentos de consultas e procedimentos, visitas domiciliares, cadastro e atualização do Bolsa Família, cadastro e atualização dos dados dos pacientes nos sistemas da SES-DF. A ainda oferece preceptoria a alunos do primeiro ano de medicina da ESCS; preceptoria dos residentes da Residência Multiprofissional em Saúde da Família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *