União a favor da saúde de mães e recém-nascidos

Médicos, hospitais, OAB-DF e Prodecon buscam saída para crise de leitos obstétricos e neonatais da saúde suplementar do DF.

Existe um desequilíbrio na oferta de leitos obstétricos e neonatais na saúde suplementar de saúde do Distrito Federal. O problema é sentido por pacientes e médicos a quem recorrem quando não conseguem admissão em hospitais particulares do DF sob a alegação de falta de vagas. Essa situação agrava mais ainda o problema de insuficiência de oferta de leitos existente na rede hospitalar pública.
Convidados pelo presidente do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF), Gutemberg Fialho, médicos das duas especialidades, representantes hospitais, entidades médicas, da Promotoria de Defesa do Consumidor (Prodecon) e da Ordem dos Advogados do Brasil do DF (OAB-DF) compareceram ao encontro para discutir o assunto.
Na reunião, que ocorreu na noite da quarta-feira (19), foi definido que as partes interessadas na questão vão realizar um levantamento da quantidade de leitos particulares para as duas especialidades existentes no DF para, então, realizar nova reunião, desta vez com a participação de representantes das operadoras de planos de saúde e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).
O promotor Trajano Sousa de Melo afirmou que é necessário estabelecer uma relação de confiança para resolver a questão. “Em 17 anos de Ministério Público vejo sempre essa questão da desconfiança na saúde suplementar. Para superar os problemas existentes é indispensável criar um ambiente de confiança em que cada um ceda para que todos ganhem”, afirmou o promotor.
“O importante é que o primeiro passo foi dado. Agora vamos construir o caminho para o entendimento, de forma a resolver o problema”, afirmou Gutemberg.

2017 04 27 reunião neonato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

unio-a-favor-da-sade-de-mes-e-recm-nascidos-sindmdico-sindicato-dos-mdicos-do-distrito-federal