Variante Delta em Brasília – ela é mais letal?

A variante Delta do Coronavírus chegou ao Distrito Federal e já tem transmissão comunitária. “Essa constatação foi confirmada da pior maneira possível: dentro de um hospital”, aponta o presidente do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal Gutemberg Fialho. Ele entrevista o infectologista Werciley Saraiva Vieira Junior, coordenador de infectologia do Grupo Santa de hospitais, sobre esse assunto na terça-feira, 29.

Chamada também de cepa indiana, essa nova variação do vírus preocupa o mundo e, em especial, os países com menor cobertura vacinal. No Brasil e no DF ainda há um longo caminho para atingirmos a imunidade de rebanho.

A variante delta é mais letal?

De 29 sequenciamentos genéticos feitos de amostras colhidas em exames de pessoas infectadas pelo coronavírus, no Hospital de Apoio em Brasília, foram identificadas 26 ocorrências da variante Delta, a mesma que tornou a Índia o epicentro da pandemia da covid-19 em abril deste ano. Uma das pessoas infectadas chegou a receber duas doses de vacina, mas ainda assim, morreu.

A transmissão comunitária da variante Delta, por si só, significa que a terceira onda da pandemia da covid-19 chegou ao DF? Essa nova cepa aumenta os riscos para a população do DF? Sabe-se que ela é mais contagiosa, mas é mais letal? Seremos obrigados a enfrentar novas medidas restritivas em função dessa nova fase da pandemia que se coloca à nossa frente? Essas são algumas das questões que serão discutidas no programa.

A TV SindMédico vai ao ar, na terça-feira, às

19h45. A transmissão é feita pelo canal do SindMédico-DF no YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

variante-delta-em-braslia-ela-mais-letal-sindmdico-sindicato-dos-mdicos-do-distrito-federal